Oposição rejeita acordo e decide obstruir votação da Previdência

PUBLICIDADE

CANDEIAS PLAY CONHEÇA NOSSO PORTAL E NOSSA RADIO

PUBLICIDADE

Plenário da Câmara dos Deputados nesta 3ª feira (9.jul.2019)

PUBLICIDADE

O líder dos partidos de oposição, Alessandro Molon (PSB-RJ), afirmou que as siglas não aceitarão 1 acordo que pedia a desistência da obstrução (manobras regimentais utilizadas para atrasar sessões) em troca do adiamento do início da votação desta 3ª feira (9.jul.2019) para 4ª feira (10.jul.2019).

PUBLICIDADE

“Nós vamos apresentar os requerimentos de obstrução porque nós entendemos que, ao fazer a obstrução, nós obrigaremos a presença no plenário dos deputados em princípio favoráveis à PEC [Proposta de Emenda à Constituição] e, com isso, nós poderemos convencê-los a votar contra essa proposta que nós consideramos muito prejudicial”, declarou depois de reunião com PT, PC do B, Psol e Rede.

PUBLICIDADE

A proposta foi feita durante a reunião de líderes partidários realizada nesta manhã. Segundo a líder da minoria na Câmara, Jandira Feghali (PCdoB-RJ), ficou claro no encontro a “insegurança” do governo. “Agora à tarde o governo está colocando sessão de debates porque ele não tem os votos”, disse.

PUBLICIDADE

A deputada disse ainda que a bancada feminina não quer votar uma “série de itens do texto”. O deputado Zé Guimarães (PT-CE) fez coro à Jandira e afirmou que a bancada evangélica está contra as regras propostas para as pensões por morte. Segundo ele, “a questão da pensão por morte traz 1 princípio que é vida. É a questão que está na bíblia deles pelo que eles falam conosco”.

PUBLICIDADE

Guimarães reforça ainda que o governo tem apenas 281 votos para aprovar a reforma, de acordo com seu levantamento. O ministro da Casa Civil, Onyx Lorenzoni, estima que o Palácio do Planalto tem cerca de 330 votos a favor do projeto. São necessários pelo menos 308 em 2 turnos de votação. Entenda a tramitação aqui.

PUBLICIDADE

“Como o governo não tem nem os 281 votos, nós vamos para uma obstrução para obrigar o governo a ter que arrumar voto que ele não tem. Nós teremos pelo menos 72h de grandes tempestades aqui no plenário Ulysses Guimarães”, concluiu.

PUBLICIDADE

Fonte de Informação:https://www.msn.com/pt-br/noticias/politica/oposi%C3%A7%C3%A3o-rejeita-acordo-e-decide-obstruir-vota%C3%A7%C3%A3o-da-previd%C3%AAncia/ar-AAE5qz1?li=AAggXC1

PUBLICIDADE

CURTA,COMPARTILHE NOSSA PAGINA

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *