Escola estadual suspende aulas após vazamento de conversas entre alunos que apontava ameaça de massacre

Reprodução/ Google Maps

Em prints vazados, os alunos da escola combinam um massacre aos colegas

Uma brincadeira entre alunos do Colégio Estadual Prefeito Anfilofio Fernandes Viana, no município de Umbaúba, no Sul sergipano, causou a suspensão das aulas na última segunda-feira (14). A interrupção aconteceu após o vazamento de uma conversa ocorrida por meio de um aplicativo de mensagem instantânea entre três alunos de 14 e 15 anos da instituição sobre um possível ataque aos colegas.

No dia seguinte, as aulas foram retomadas, e nesta quarta-feira (16), contece uma reunião com responsáveis por todos os alunos da instituição para que a situação seja esclarecida.

Suposta brincadeira causa pânico e suspende aulas em escola da rede estadual

Os estudantes foram identificados, e a Polícia Militar e o Conselho Tutelar foram acionados. As aulas foram retomadas na terça-feira (15), e nesta quarta-feira (16), acontece uma reunião com responsáveis e as crianças para prestar esclarecimentos sobre a situação.

Em nota a Secretaria de Estado da Educação, do Esporte e da Cultura (Seduc) informou que assim que tomou conhecimento do caso, a gestora da escola prestou boletim de ocorrência e acionou o Conselho Tutelar do município. “Os estudantes choraram muito alegando que foi apenas uma brincadeira. A equipe de psicologia na escola da Seduc fará ações de apoio sociemocional com a comunidade escolar. Mesmo alegando ser uma brincadeira, é uma violência contra a escola”, diz a nota da secretaria.

Publicidades

CURTA,COMPARTILHE NOSSA PAGINA

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *