Decisão de Marco Aurélio que revoga prisão de traficante pode beneficiar Geddel

PUBLICIDADE

CANDEIAS PLAY CONHEÇA NOSSO PORTAL

PUBLICIDADE

[Decisão de Marco Aurélio que revoga prisão de traficante pode beneficiar Geddel]

PUBLICIDADE

A revista Veja desta semana traz como destaque a decisão do ministro Marco Aurélio em revogar a prisão preventiva de um traficante, cuja identidade não foi revelada. Esta decisão pode beneficiar Geddel Vieira Lima, preso há dois anos no presídio da Papuda e condenado a 80 anos de cadeia.

PUBLICIDADE

De acordo com a Veja, o advogado de Geddel já entrou na justiça pedindo o mesmo tratamento. Na reportagem da Veja o destaque mais uma vez são as malas com R$51 milhões encontradas num bunker de Geddel, que continua afirmando que o dinheiro não é dele. Só não revela de quem é.

PUBLICIDADE

Geddel está preso preventivamente há quase dois anos, depois que a polícia encontrou 51 milhões de reais que seriam dele escondidos num apartamento em Salvador (BA). Os peritos identificaram as digitais do ex-ministro nos sacos de dinheiro. Geddel nega ser o dono das malas.

PUBLICIDADE

Do outro lado, o Ministério Público quer que Geddel seja condenado a oitenta anos de cadeia. Na última semana, o ministro Marco Aurélio Mello, do Supremo Tribunal Federal, revogou uma prisão preventiva de um traficante por considerá-la alongada demais. O ex-ministro espera que seu caso tenha o mesmo desfecho — e já recorreu.

PUBLICIDADE

Enquanto aguarda uma decisão, Geddel lê e estuda para abreviar seu tempo de prisão. Além de ter se entretido com o livro Crime e Castigo, o ex-ministro concluiu recentemente as 384 páginas de Inteligência Emocional. Best-seller escrito por Daniel Goleman, o livro ensina como controlar as emoções.

PUBLICIDADE

Dono de um temperamento explosivo, Geddel vive se envolvendo em confusões no presídio, segundo a Veja. De acordo com a reportagem, ele também já fez vários cursos, e mostrou-se um aluno aplicado.

PUBLICIDADE

Seu desempenho em determinadas disciplinas foi excelente: licitação (nota 10, mas essa era esperada), biossegurança hospitalar (9), vendedor (10, igualmente esperada) e mecânica (8,5). A cada curso concluído, o detento poderá reduzir quinze dias do seu tempo na prisão. Na pior das hipóteses, se for condenado, Geddel já terá cumprido um pedaço da pena.

Fonte de Informação:https://www.bnews.com.br/noticias/jusnews/justica/242832,decisao-de-marco-aurelio-que-revoga-prisao-de-traficante-pode-beneficiar-geddel.html

PUBLICIDADE

CURTA,COMPARTILHE NOSSA PAGINA

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *