CANDEIAS: EX-PREFEITO NEGA ACUSAÇÃO DE DESVIO EM HOSPITAL

PUBLICIDADE

CANDEIAS PLAY CONHEÇA NOSSO PORTAL

PUBLICIDADE

PUBLICIDADE

O ex-prefeito de Candeias, Sargento Francisco, rebateu as críticas feitas pelo prefeito Dr. Pitágoras, que acusou o antigo gestor de desvio de recursos do Hospital Ouro Negro de mais R$ 100 milhões.

PUBLICIDADE

Ele questionou a existência da verba, já que o município não possuía esse recurso. “Precisamos perguntar ao índio [Dr. Pitágoras], o prefeito que está aí, já que é característico dele mentir aonde é que se encontra.

PUBLICIDADE

Porque o que nós sabemos, nós administramos o município, até porque esse nunca existiu de repasse de recurso e não existia contratos nesse valor. Por outro lado, não houve nenhum tipo de desvio”, disse o ex-prefeito, em entrevista à Rádio Baiana FM, na tarde desta terça-feira (6).

PUBLICIDADE

Francisco disse ainda que a intervenção e a suspensão do seu mandato na época, fez parte de uma ação da Controladoria Geral da Uniã (CGU), e informou que entrar com a ação na justiça contra o atual prefeito. “Ele é um inconsequente.

PUBLICIDADE

O processo já está em andamento, irei dar entrada até sexta-feira e processarei criminalmente. Difamação, calúnia, injúria e tantos outros nós já estamos com o nosso escritório”, finalizou.

PUBLICIDADE

INTERVENÇÃO

O Hospital Ouro Negro está sob intervenção judicial desde agosto de 2016, quando a terceirizada Instituto Médico e Cardiológico da Bahia (IMCBA), empresa responsável pela administração da unidade, foi afastada após a Operação Copérnico, da Polícia Federal e do Ministério Público Federal (MPF). Deflagrada em 2016, a Operação Copérnico investiga o desvio de recursos públicos transferidos pela União a prefeituras municipais para a administração de serviços médicos e hospitalares em unidades de saúde.

PUBLICIDADE

Fonte de Informação:http://baianafm.com.br/99610/candeias-ex-prefeito-nega-acusacao-de-desvio-em-hospital/

PUBLICIDADE

CURTA,COMPARTILHE NOSSA PAGINA

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *