4 Métodos anticoncepcionais para quem quer parar de tomar pílula

PUBLICIDADE

CANDEIAS PLAY CONHEÇA NOSSO PORTAL E NOSSA RADIO

PUBLICIDADE

Contraceptivos

PUBLICIDADE

Não são poucas as mulheres que querem se livrar ou já se livraram das pílulas anticoncepcionais. Cerca de 100 milhões de mulheres ainda utilizam esse método contraceptivo, porém, grande parte delas já reconhece o perigo que essa prevenção pode causar ao corpo.

PUBLICIDADE

Reconhecemos a importância histórica das pílulas na vida das mulheres, pois, através delas, a liberdade sexual feminina pode começar a se desenvolver perante a sociedade, afinal, qual mulher não quer sentir prazer sem correr riscos, não é mesmo?!

PUBLICIDADE

As pílulas foram importantes para a sexualidade feminina, mas hoje pode ser evitada, isso porque já existem outras maneiras de evitar a gravidez indesejada.

O uso contínuo desse medicamento vem apresentando graves riscos à saúde das mulheres, os piores entre eles são: ataque cardíaco, AVC, trombose e embolia pulmonar.

PUBLICIDADE

Além disso, durante o uso do medicamento muitas mulheres relatam sintomas desagradáveis como enxaqueca, enjoos, varizes, transtorno de humor, retenção de líquidos, aumento ou perda de peso e etc.

Sabendo desses males, mostraremos quatro maneiras seguras de extinguir o uso da pílula anticoncepcional na sua vida, mas continuar com a vida sexual feliz e sem surpresas.

PUBLICIDADE

1 – DIU

O DIU é o velho conhecido contraceptivo das mulheres, com uma eficácia de 99%, traz um índice de falha menor que a camisinha e a pílula anticoncepcional.

PUBLICIDADE

Ele é um dispositivo intrauterino pequeno com formato de “T” e revestido com um fio de cobre. É fácil e rápido de ser introduzido, a própria ginecologista ou obstetra pode realizar o procedimento.

Ele é a melhor opção comparando custo-benefício, podendo durar de 5 a 10 anos sem trocar, não tem efeitos colaterais para a mulher e ainda é muito barato.

PUBLICIDADE

2 – SIU

Semelhante ao DIU, a SIU é um contraceptivo intrauterino, porém conhecido como DIU hormonal, pois é produzido à base de progesterona (hormônio que equilibra o ciclo ovariano).

PUBLICIDADE

Esse tipo de contraceptivo promete mais eficácia que o DIU tradicional, garantindo gravidez em apenas 0,2% das mulheres que optarem pelo método.

3 – Implante subcutâneo

O implante subcutâneo é um método muito inovador para se prevenir a gravidez, ele é basicamente um implante de silicone do tamanho de um chip com o hormônio progesterona, o mesmo usado no DIU hormonal.

PUBLICIDADE

Ele é implantado na pele do paciente, geralmente na parte interna do braço, esse procedimento requer anestesia local, mas é muito fácil e rápido de ser realizado.

A eficácia desse contraceptivo é de 99%, com uma vantagem maior de adaptação se comparado com os meios intrauterinos.

4 – Camisinha

O principal e mais conhecido método anticoncepcional é a camisinha, recurso que promete eficácia em 98% dos casos, prevenindo não apenas a gravidez, mas doenças sexualmente transmissíveis.

PUBLICIDADE

A regra vale também para camisinhas femininas, com a mesma eficácia e prevenções.

Agora que já sabem quais são as principais maneiras de evitar a pílula anticoncepcional, é o momento de conversar com o seu ginecologista e descobrir qual o procedimento mais adequado para o seu caso, afinal, só um especialista pode lhe aconselhar sobre isso.

Fonte de Informação:https://www.msn.com/pt-br/estilo-de-vida/cabelo/4-m%C3%A9todos-anticoncepcionais-para-quem-quer-parar-de-tomar-p%C3%ADlula/ar-AAxtFvn?li=AAggXC1

PUBLICIDADE

CURTA,COMPARTILHE NOSSA PAGINA

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *